Terra Madre Brasil - Rede Nacional de Comunidades do Alimento

18/06/2008

Chef Adriana Lucena – Terra Madre 2008

Chef Adriana Lucena
Adriana Lucena é formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, fez mestrado em Direito Comunitário na Universidade Clássica de Lisboa e escolheu como tema de sua tese a Política Agrícola.

Quando voltou ao Brasil, deu aulas em uma universidade particular mas, não conseguiu se satisfazer e decidiu fazer o que gostava. Foi morar no campo e plantar pimentas em favor da boa saúde mental, somando à sua paixão por cozinhar.

Adriana é adepta à filosofia do Movimento Slow Food, líder do Convivium Potiguar e uma dos doze Chefs de Cozinha que irão representar o Brasil no Terra Madre 2008. Se diz muito feliz e realizada em poder interagir diretamente com mais de 8 mil pessoas comprometidas com a ecogastronomia, a conservação e uso sustentável da biodiversidade e a valorização da diversidade cultural.

Veja a entrevista com a Chef Adriana Lucena


Qual a importância da sua participação no Terra Madre 2008?
Adriana – Participar do Terra Madre me trará conhecimentos sobre tecnologias de cultivo de outros povos, os sabores, o “saber fazer” de outras pessoas e, acima de tudo a alegria de estar preservando nosso patrimônio gastronômico e compartilhando com o resto do mundo.

Além do conhecimento de tecnologias de cultivo de outros povos, o que mais você esperar aprender?
Adriana
– Me interesso por tudo que é novidade e que eu não tenho conhecimento. Sou curiosa, ansiosa, e sempre quero ler tudo, principalmente sobre permacultura e técnicas de produção de queijos, minha grande paixão na gastronomia. Gostaria muito de passar algum tempo em uma comunidade de queijos na Itália para aprender tudo que puder.

E em relação ao Movimento Slow Food, qual seu objetivo? Tanto pessoal, quanto profissional?
Adriana
– Minha vida já é isso: Slow Life! Desde que abandonei a carreira de advogada e professora universitária para ir morar no campo plantando pimentas, decidi ter uma vida slow. Descobri o movimento e nunca mais pensei em minha vida separada dele, tanto é que, o lado profissional só existe porque hoje está vinculado à filosofia slow.

Você participa de algum outro projeto relacionado à Gastronomia e Meio Ambiente?
Adriana
– Não. Cansei da hipocrisia da cidade grande, inclusive em relação aos que manipulam “os poderes”, principalmente em questões relacionadas ao meio ambiente. Apenas faço a minha parte: refloresto com plantas nativas, pois o IBAMA não fornece mudas e, uso as ervas nativas em extinção na minha gastronomia. Eu vivia falando, reclamando dos outros e nada fazia, então decidi fazer, este é o meu projeto: levar o que faço para os pseudo-projetos que estão ai!

De que forma você contribui para ajudar ou incentivar os pequenos produtores da sua região a divulgarem os seus produtos?
Adriana
– O meu produto é o molho de pimenta e faço a divulgação dele sozinha. A minha comunidade tem apenas 125 pessoas mas, muitas coisas, pequenas e não visíveis, foram acontecendo depois da minha chegada. Por exemplo, ninguém mais joga lixo na estradas e nas plantações. Aliás, um dos poucos produtores de orgânico do Rio Grande do Norte tem uma fazenda bem perto da minha, hoje somos parceiros e recebi um convite para integrar a feira a partir de agosto.

10 Comentários

  • 1. nilceia d'orazio  |  19.06.08 às 10:27

    Adriana,

    a você meu abraço e minha admiração.

  • 2. Joao Antonino de Araujo  |  19.06.08 às 1:21

    Olá Adriana, que bom escolher esta area de agricultura onde toda humanidade depende dela, ainda bem que voce acordou cedo para colaborarc/a agricultura. parabens.

  • 3. Eliane dos Reis Niehues  |  19.06.08 às 4:17

    Adriana tive a oportunidade de te conhecer no Terra Madre Brasil, você é maravilhosa e parabéns pela entrevista.

  • 4. Herundino Ribeiro do Nascimento Filho  |  19.06.08 às 5:21

    Carissima Adriana,

    Fico feliz com a sua participaçao e com a sua historia, também por sua atuaçao com as pimentas que é a minha paixao, pois sou da comunidade das pimentas de Roraima, atualmente estou trabalhando na Universidade Federal de Roraima – UFRR como professor do Núcleo de Formaçao de Professores Indigenas -Insikiram, e como pesquisador de pimentas.
    Tenho entre outros lançado recentemente um artigo sobre Pimentas do Genero Capsicum cultivadas em Roraima – Hábitos e formas de uso. Na revista cientifica ACTA AMAZONICA, do INPA. Disponibilizo a todos em PDF. Boa viagem aos que forem,
    Um abraço ardente,

    Herundino

  • 5. laércio sartori  |  24.06.08 às 9:57

    Adriana que prazer ler este artigo, sabe que estou fazendo excelentes molhos com pimentas graças a algumas dicas suas, abraços e muita sorte…. talento tens de sobra….

  • 6. Beth Beltrao  |  5.07.08 às 7:22

    Oi Adriana
    Fiquei muito feliz com sua ida para o Terra Madre. La precisa tambem de pessoas como voce que honram nossa gastronomia com sinceridade objetivo e prazer. Parabens nos encontramos la. Muito grata pelo comentario no site
    Um grande abraço e acredito que poderemos contribuir da melhor maneira possivel e trazer conhecimentos inesqueciveis. Ja tive opotunidade e nao sei explicar como foi bom
    Beijos
    Beth Beltrao

  • 7. Comunidades dos Doces - T&hellip  |  14.10.08 às 5:07

    […] Escrito por: Chef Adriana Lucena […]

  • 8. Paulo Fernando Melo da Costa  |  20.10.08 às 7:35

    Já a admirava há tempos.Agora ainda mais colocar em prática aquilo que acredita e verdadeiramente faz.
    Um cheiro apimentado
    Paulo Fernando, Rebeca, Plínio e Marília

  • 9. Eufrânio Nunes da Silva  |  20.01.09 às 2:26

    Olá Adriana,

    Estive em Natal, na casa de seu Pai Jardelino, ele comentou que você estava dedicando a gastronomia, hoje estava lendo sobre o “movimento Slow Food” é muito legal. é alem da gastronomia.. Parabéns…
    Eufrânio
    Brasilia-df

  • 10. Edimilson-IRPAA  |  26.01.09 às 11:56

    Oi, Adriana!!
    Foi uma prazer lhe conhecer, e o pouco que conversamos foi legal.
    Espero poder lhe re-encontrar mais vezes….

    Abraço

Ecogastronomia Extinção de espécies alimentícias Programação detalhada do eventoVozes do Terra Madre Voluntários
Realizado por:
Slow Food
Em colaboração com:
Regione del Veneto IMCA
Educação em FocoFunarte
Em parceria com:FIDA
SIDMINCSDTMDABrasil - Governo Federal
DoDesign-s Design & Marketing

» Terra Madre Brasil | Fazer login

© 2010 Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.