Terra Madre Brasil - Rede Nacional de Comunidades do Alimento

4/11/2008

Terra Madre 2008 – Reflexões

Escrito por: Osias Silva

Osias no Terra Madre Brasil - Foto: Silvio QuirinoTerra Madre, um encontro feito por pessoas do mundo inteiro comprometidas com a qualidade dos alimentos, preocupadas no desenvolvimento de produtores, pescadores, artesãos. Jovens, acadêmicos, chefes de cozinha que com sua grandeza intelectual, dão um toque todo especial.

Não se trata de uma ONG ou instituição, trata-se de uma rede composta de pessoas e diversidades culturais, onde o produtor da África tem o mesmo direito e oportunidade que o produtor dos EUA.

Nos encontros são mostradas as várias experiências, os sentimentos, os ritmos, as danças. Só quem participa tem como descrever o que é o Terra Madre, ter o privilegio de ver em um mesmo espaço a diversidade cultural do mundo.

O encontro possibilita aos participantes e observadores chegarem a conclusões juntos, onde a língua não é obstáculo apesar de estarem reunidos 156 países e a comunicação se dar pela troca de um olhar, em um gesto ou até mesmo em um sorriso. Um encontro em que os participantes têm o direito de ignorar quem não está de acordo com o que se está sendo discutido. Onde o gesto de ouvir vale mais que o de falar.

A receptividade é um outro ponto importantíssimo para os resultados positivos do encontro. Feita por pessoas que nunca se viram e que dentro de quatro dias se tornam amigos inesquecíveis. Voluntários que sabem valorizar a amizade, que indicam quando os participantes parecem perdidos no meio da multidão. Pessoas simples e que no evento são valorizadas pelo que fazem em suas comunidades.

Idéias novas enchem de coragem e estímulo os que voltam. Quem não conhece pode até dizer que esse povo está perdendo tempo ou fazendo turismo em um outro país, mas por trás de uma simples mala que carregamos está o tesouro mais precioso: o conhecimento.

_____________________________________
Osias Silva é integrante do movimento jovem Youth Food Movement, estagiário em projetos desenvolvidos pela Universidade de Brasília no Assentamento Maracá e técnico em agroextrativismo pela Escola Família do Carvão.

11 Comentários

  • 1. Alessandra Brant  |  4.11.08 às 10:35

    Osias, fonte de muita sabedoria!!! Gostei muito de conhecê-lo e concordo com a sua palavra. Um beijo!

  • 2. Eugenio Neto  |  4.11.08 às 12:30

    Muito belo amigo Osias,

    Observador
    Sagaz
    dIplomatico
    Amigo
    Sabio

  • 3. Karla Queiroz  |  4.11.08 às 1:58

    Querido Osias,

    Parabéns de novo pelo texto e pela sensibilidade ao usar as palavras!!

    Abraços,

  • 4. Juliana de Andrade  |  4.11.08 às 3:57

    Osias,
    Tranquilidade em pessoa!Tão determinado que esquece de se cuidar…que susto vc me deu na Itáliia sem almoçar!!Admiro muito sua forma de pensar,espero em breve trabalhar contigo.

  • 5. Murielle Dargaud  |  4.11.08 às 5:43

    Queridos Osias,
    Parabéns pelo teu texto. Foi um prazer te encontrar e tomara virão outras varias vezes
    Abraços

  • 6. adriana lucena  |  4.11.08 às 6:57

    Osias!
    Sempre que leio seus textos me encho de esperanças! Você é a inspiração pros jovens e pros “nem tão jovens” na busca de coragem, estímulo e conhecimentos, com a mais fantástica das lições: a humildade engrandece!!!!!
    Obrigada por compartilhar conosco a sua sabedoria.

  • 7. Ivan Sartorato  |  5.11.08 às 2:03

    Osias, parabéns pelas palavras sabias que escreveu…

    Trago na minha mala não só bagagens comuns, mas sim conhecimentos e muita felicidade de ter compartilhado momentos com pessoas como vc e parabéns por ser brasileiro. Vc é um bgrande sabio.

    vc tem razão, valew não pelo passeio apenas, mas sim pelo rico conhecimento que trazemos para nosso País.

  • 8. Jose Lourenço Pechtoll  |  5.11.08 às 6:50

    Boa tarde…Osias
    O pensamento nao convencional e que faz a diferença.
    Parabens por nos fazer acreditar que e possivel ver e fazer as coisas de modo diferente.
    Um abraço.

  • 9. Karina Kirchner Röecker  |  6.11.08 às 2:06

    Olá Osias…

    Te conheci e pode ter certeza que nunca mais te esquecerei.Você é ao mesmo tempo frágil e forte,
    sincero e misterioso. Gostei muito de te conhecer e espero poder estarmos juntos em outros eventos.Conhecer a Itália foi muito bom, mas melhor ainda foi participar de um evento deste porte e conhecer pessoas como você.
    Beijos e abraços… e os lanchinhos extras coloco na conta tá? hehehe….

  • 10. Osias Silva  |  10.11.08 às 3:37

    Resposta aos comentários:

    Hoje acordei mais feliz, pois ontem imprimi todos os comentários do texto “Encontro Terra Madre 2008”, enquanto lia e analisava cada comentário, vinha em minha mente à imagem de cada um que escreveu. Pude então perceber o gesto de afeto que cada um traz dentro de si. Isso é muito importante, pois mesmo na correria do dia-a-dia poder parar e refletir no que carregamos de mais belo dentro de nós a sensibilidade e a simplicidade. Às vezes parecemos tão frágeis e nossos problemas parece não ter soluções, andamos de um lado para o outro e nos deparamos com situações desagradáveis, de repente em um simples elogio ou um agradecimento nos tornamos super-heróis prontos para qualquer desafio. Nós jovens e demais companheiros desse movimento temos um grande desafio e que não é impossível quando trabalhado em conjunto, levar as comunidades mais remotas do nosso país o que aprendemos durante toda essa jornada.
    O nosso site se enriquece a partir de cada texto, cada comentário e em cada visita. Vamos falar, vamos escrever, ele também é uma fonte de conhecimento para nos fortalecermos nos desafios do dia-a-dia.
    Agradeço a todos e como diz nossos amigos italianos: uma boa jornada.

    Osias Silva

  • 11. Jailma da\Silva Oliveira  |  20.11.08 às 12:23

    O ser humano tem capacidade de criar e tornar real aquilo que é idealizado .

    É importante que consumamos produtos saudáveis e que a obtenção dos mesmos na vá em hipótese alguma prejudicar o meio ambiente ou próprio ser humano. Daí vem à importância de consumir produtos que sejam processados respeitando aos métodos herdados e consolidados de forma sustentável.

    Comer muito não significa comer bem. O Slow Food/Terra Madre vem para mudar o quadro do Fast food e provar que é possível alimentar-se bem consumindo produtos com consciência e responsabilidade sem agredir o que de mais importante e precioso temos, o meio ambiente.

    A participação da Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina – COOPES nas pessoas de Jailma da Silva Oliveira e Fábio Ferreira Bonfim no Terra Madre/ Slow Food deste ano 2008 foi de fundamental importância para o crescimento pessoal e profissional. Além do que já fazemos e sabemos sobre alimentação, consumo consciente, preservação dos biomas, etc.participando do evento ampliamos nossa visão e consciência sobre essa questão, podendo assim aplicar em nossa comunidade.

    Somos jovens apaixonados pelo trabalho que desempenhamos em nossa cooperativa e comunidade .

    É gratificante saber que o coquinho licuri está conquistando espaço, e para que isso acontecesse todos envolvidos trabalharam com esforço e perseverança, o que antes nao era valorizado agora é visto com bons olhos.

    Abraço fraterno a todos da rede Terra Madre/ Slow Food.

Ecogastronomia Extinção de espécies alimentícias Programação detalhada do eventoVozes do Terra Madre Voluntários
Realizado por:
Slow Food
Em colaboração com:
Regione del Veneto IMCA
Educação em FocoFunarte
Em parceria com:FIDA
SIDMINCSDTMDABrasil - Governo Federal
DoDesign-s Design & Marketing

» Terra Madre Brasil | Fazer login

© 2010 Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.