Terra Madre Brasil - Rede Nacional de Comunidades do Alimento

4/07/2008

Chef Beto Pimentel – Terra Madre 2008

O Chef de cozinha Beto Pimentel é dono do restaurante Paraíso Tropical que fica em Salvador, Bahia. Beto é formado em Agronomia, iniciou o curso de Química Alimentar, e fez vários cursos ligados à área de Apicultura e Piscicultura, além de entender bastante sobre Fruticultura.

Chef Beto Pimentel

A profissão como Chef e dono de restaurante foi apenas uma consequência de sua preocupação em busca de uma alimentação saudável e saborosa. Para isso, ele mantém uma chácara que é destinada ao cultivo de horta orgânica, com um pomar que conta com 137 variedades de frutas e mais de 40 mil pés plantados, onde é possivel encontrar frutas típicas de várias regiões diferentes do país e do mundo.

Hoje, Beto é muito prestigiado, sua filosofia de cozinhar apenas com alimentos naturais o leva a vários países como representante do Brasil a convite do Itamaraty e, a participar de praticamente todos os grandes eventos de Gastronomia realizados no país.

Leia a entrevista com o Chef Beto Pimentel

Qual a importância da sua participação no Terra Madre 2008?
Beto – Criei em meu restaurante uma cozinha diferenciada, onde nada é industrializado, tudo é natural. O Terra Madre é um evento muito interessante pois proporciona a troca de cultura e de informação entre os participantes, o que leva a uma evuloção dos participantes das comunidades e de mim mesmo como Chef. Quero conhecer como as comunidades desenvolvem seus produtos e também ajudá-los com a minha técnica.

O que você espera aprender com a participação no evento?
Beto – Espero aprender o que eu puder com a troca de informações entre as diferentes culturas que irão participar. Procuro sempre levar à minha cozinha o que aprendo de novo com pessoas e culturas diferentes da minha. Por exemplo, estou usando uma fruta em alguns pratos que serve como energético e me foi apresentada por alguns índios que conheci.

Qual é o seu objetivo junto ao Movimento Slow Food?
Beto – Acho a proposta do Slow Food maravilhosa pois a indústria alimentícia não se preocupa com o consumidor e sim com a quantidade de vendas. Sempre que possível falo do Movimento para todos, acredito até que deveria haver mais divulgação da proposta com comparações entre os produtos naturais e os industrializados. O Slow Food plantou uma semente e acredito que já está colhendo bons frutos.

De que forma você contribui para ajudar os pequenos produtores da sua região a divulgarem o seu produto?
Beto – A minha forma de ajudar, é tentar ensinar aos pequenos produtores técnicas de plantio e cultivo menos nocivas para eles e para os consumidores, as novas formas de plantação, e tudo o que sei que pode ajudá-los a melhorar a qualidade seus produtos e a forma de produção. No Brasil existem muitas pessoas que passam fome e tem condições de cultivar frutas, verduras, hortaliças, pimentas e uma infinidade de alimentos em suas regiões, mas infelizmente não têm conhecimento de como isso pode ser aproveitado.

Leia também o texto sobre o Chef Beto Pimentel no site do Slow Food Brasil.

2 Comentários

  • 1. adriana lucena  |  8.07.08 às 11:17

    Beto, meu querido!

    Meu pé de BIRI-BIRI já está bem crescidinho e o de TOMATE DE ÁRVORE também!
    A Itália e o mundo provarão suas delícias e desfrutarão da sua sabedoria!
    saudações apimentadas, adriana

  • 2. Roberta Sá  |  29.07.08 às 6:31

    Beto
    Estou sabendo dos seus contatos com a comunidade do licuri e suas participações nas feiras da economia solidária da Bahia. Seja bem vindo a nossa rede Terra Madre!

Ecogastronomia Extinção de espécies alimentícias Programação detalhada do eventoVozes do Terra Madre Voluntários
Realizado por:
Slow Food
Em colaboração com:
Regione del Veneto IMCA
Educação em FocoFunarte
Em parceria com:FIDA
SIDMINCSDTMDABrasil - Governo Federal
DoDesign-s Design & Marketing

» Terra Madre Brasil | Fazer login

© 2010 Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.